Desativar para: inglês

quinta-feira, 1 de junho de 2017

Bruxismo: ranger os dentes, diagnóstico e tratamento

Bruxismo é uma desordem funcional que se caracteriza pelo ranger ou apertar dos dentes durante o sono. Essa pressão pode provocar desgaste e amolecimento dos dentes. Nos casos mais graves, podem ocorrer também problemas ósseos, na gengiva e na articulação da mandíbula (ATM).


Possivelmente, a disfunção está ligada a fatores genéticos, a situações de estresse, tensão, ansiedade, ou a problemas físicos de oclusão ou fechamento inadequado da boca, por exemplo. 

Publicidade

Não se sabe exatamente por quê, o bruxismo acomete 15% das crianças e afeta indistintamente homens e mulheres. 

A incidência tende a diminuir com o passar dos anos. Quando o problema se manifesta durante o dia, recebe o nome especial de briquismo.

Sintomas
Além do desgaste e amolecimento dos dentes, dor de cabeça é o sintoma mais comum do bruxismo. Isso acontece porque a compressão exagerada dos dentes pode levar à isquemia dos vasos que entram no ápice da raiz e depois à necrose dos vasos, dos nervos e da polpa dentária.

Outros sintomas do bruxismo são dor e zumbido no ouvido, dor no pescoço, na mandíbula e nos músculos da face por causa do esforço realizado pelos músculos da mastigação, estalos ao abrir e fechar a boca, alterações do sono. A intensidade e a frequência das crises podem variar de uma noite para outra.

Diagnóstico
Na maioria das vezes, a pessoa só sabe que é portadora de bruxismo, se alguém lhe contar o que presenciou enquanto ela dormia, ou quando procura assistência médica ou odontológica, porque os sintomas já se instalaram. Além da avaliação clínica, a polissonografia é um exame importante para identificar o grau do distúrbio e orientar o tratamento.

Tratamento
Não se conhece, ainda, um tratamento eficaz para curar o bruxismo. Medicamentos ansiolíticos são úteis para o controle dos quadros de estresse e ansiedade que podem estar associados, mas não são a causa do distúrbio que, aliás, não está suficientemente esclarecida. 

Os recursos mais indicados para o tratamento, porém, são as placas interoclusais flexíveis de silicone ou as placas rígidas de acrílico, moldadas segundo o formato da arcada dentária do paciente. Elas ajudam a restringir os movimentos dos músculos mastigatórios e a reduzir o atrito que provoca o desgaste e o abalo dos dentes. 

Nos casos mais graves, podem ocorrer também problemas ósseos, na gengiva e na articulação da mandíbula (ATM).
 

Os medicamentos que podem ajudar a aliviar as dores da disfunção temporomandibular incluem:
antiinflamatório,
Analgésicos
Antidepressivos tricíclicos
Relaxantes musculares
Sedativos.

A fisioterapia tem como objetivo:
Melhorar a função da articulação
Minimizar as dores
Melhorar a amplitude de movimento
Melhorar a postura
Reduzir a inflamação
Fortalecer o sistema músculo-esquelético
Reeducar o paciente em relação ao posicionamento correto da mandíbula.

Para esse tratamento são utilizados alguns recursos fisioterapêuticos como exercícios isométricos para fortalecer os músculos, exercícios repetitivos para melhorar a biomecânica da articulação, liberação miofacial, aplicação da técnica de RPG (reedução postural global), técnicas de mobilização articular. Aparelhos como o Laser, que irá promover o efeito analgésico, antiinflamatório, cicatrizante e age diminuindo o edema, o TENS (estimulação elétrica nervosa transcutânea) que irá promover a melhora da dor, o Ultra-Som, que irá diminuir a rigidez articular, aumentar o fluxo sanguíneo, reduzir o espasmo muscular e diminuir a dor.
Placa interoclusal: aparelho para bruxismo, colocar a placa  antes de dormir.

Recomendações
* Consulte o dentista com regularidade;
* Evite apertar os dentes, quando estiver empenhado em uma tarefa ou situação mais complicada;
* Procure não mascar chicletes ou mordiscar sistematicamente objetos duros, como pontas de lápis e canetas, por exemplo;
* Faça exercícios. A prática regular de atividade física ajuda a controlar o estresse e as crises de ansiedade que podem favorecer o apertar dos dentes;
* Não se esqueça de colocar a placa interoclusal antes de dormir. Se o problema se manifestar também de dia, use-a sempre que possível.


Publicidade

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...